Mundo Animal

Vinhos, Cervejas e Aperitivos para Cães

Empresário cria diversos aperitivos para pets, incluindo os molhos Cãotchup e Barbecão

O primeiro vinho nacional desenvolvido especialmente para cães já está a venda.
O Dog’s Wine, criado por Lucas Marques e recém-lançado no mercado pet, é um dos cerca de 100 itens, entre produtos alimentícios, de higiene, acessórios e brinquedos para cães, gatos e roedores que o empresário possui em seu portfólio.

A novidade imita o vinho para humanos, mas sem a adição de álcool e uva, ingredientes que podem prejudicar a saúde o animal. “O produto foi desenvolvido para donos apreciadores de um bom vinho e de uma boa companhia de quatro patas na hora de degustar a bebida”, revela Lucas.

Happy hour canino – Cerveja e acompanhamentos

O que incentivou Lucas a criar o Dog’s Wine foi o sucesso de sua primeira marca de bebidas para pets, a cerveja canina Dog Beer. Trata-se de uma cerveja feita aos moldes da humana, com o diferencial de não conter álcool e CO2, ingredientes que prejudicam a saúde dos pets. A Dog Beer é feita à base de água, malte e extrato de carne ou frango, o que a torna altamente palatável. Está disponível em unidades de 355 mL e o preço médio do produto é de R$9,99.

Outra marca especializada no assunto é a Ipet, formada pelas linhas Ipet Snacks, Ipet Tasty e pelo Ipet Box. A Ipet Snacks é composta por coxinha e bolinho de carne (linha festa), picanha e linguiça (linha churrasco) em formatos divertidos e diferentes de tudo o que há no mercado de petiscos para animais de estimação.

Cãotchup e Barbecão
Ainda na linha de molhos que aumentam a palatabilidade das rações secas, Lucas também possui os molhos inspirados no catchup e no barbecue, o primeiro com aroma de catchup e sabor carne, o segundo também com sabor carne, mas com aroma de churrasco. Os produtos, feitos com ingredientes selecionados, são ricos em ferro e vitaminas A, D, E e K. “Os molhos não oferecem riscos à saúde dos pets, mas é essencial que os donos sigam à risca o modo de usar, pois o produto não deve ser servido em excesso”, comenta Lucas, que lembra ainda que o ideal é servir apenas 7 ml de molho para cada 100 g de ração.

Etiquetas
Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Fechar