Dia da Independência 2021

belo texto do Coronel Falconi

Olá, sou o Coronel Falconi, trabalhei 35 anos na PMESP, dos quais 27 anos nos helicópteros Águia, minha última Unidade, onde passei para a reserva em 2017.

Participei intensamente das comemorações cívicas do Dia da Independência, em 7 de setembro, na Avenida Paulista.

Lá pude constatar a emoção estampada nos olhos das pessoas, de crianças a idosos, cadeirantes e portadores de várias deficiências, de todas as raças e religiões, de todos os cantos do país, todos com algo em comum: o orgulho de ser brasileiro e de estarem todos preocupados com a perda de nossa maior conquista histórica: a liberdade.

Trabalhei sobrevoando praticamente todas as grandes manifestações na Av. Paulista durante minha carreira e nunca presenciei tamanha quantidade de pessoas, que facilmente ultrapassaram a casa dos 2 milhões de pessoas, a despeito do que se divulgou tentando minimizar a comemoração cívica.

Depois da Nota divulgada por nosso Presidente no dia 9 de setembro, acompanhamos um verdadeiro tumulto nas redes sociais e na mídia, em geral de esquerda, criticando nosso Presidente, que exerce o maior cargo da República.

Me perdoem aqueles que têm opinião diferente, mas como vivemos numa democracia, passo a dar minha opinião…

Como militar que sou, estudei profundamente a história de nosso país e de outros tantos, e por ter feito Direito e dado aulas de Direito Constitucional, conhecedor, portanto, de nossa Carta Magna, queria falar uma coisa…

Aprendi, ao ler e estudar A ARTE DA GUERRA e o livro AS 48 LEIS DO PODER, que uma das coisas que um Comandante deve fazer é conhecer seu inimigo, tê-lo o máximo possível por perto (para monitorar seus passos), infiltrar-se no inimigo.

Às vezes a estratégia é o ataque, mas na grande maioria é a defesa. Sun Tsu mostra que a estratégia de recuar e mostrar-se fraco, expõe a fraqueza do inimigo, que acaba abaixando suas defesas e, aí sim, é o momento de contra-atacar.

A esquerda NUNCA critica publicamente seus líderes, por mais que reste provado que estão errados, que são bandidos, que são corruptos, que são o lixo que for. Ao contrário, saem todos unanimemente em sua defesa.

Já quem é de direita (me enquadro neste grupo), no menor movimento que o líder faz que contrarie o imaginário de quem não conhece os meandros podres do jogo do poder em Brasília, imediatamente ataca e diminui a força do seu líder.

Assim, a direita passa a ser atacada por seus próprios integrantes e por toda a esquerda, esquecendo-se todos que a DEMOCRACIA se trata de uma Forma de Estado na qual o DIÁLOGO deve ser mantido o máximo possível.

A esquerda esperava no Bolsonaro um DITADOR, mas recebeu no dia 9 de setembro uma resposta de um ESTADISTA.

Muito da direita, ou ao menos parte dela, esperava um REVOLUCIONÁRIO vingador e constatou ser o Presidente um homem humilde e CONSERVADOR que mostrou que está aberto ao diálogo e que sabe mudar de posição para não levar o país a um regime de exceção.

Como membro declarado da direita, prefiro aguardar os movimentos antes de criticar, tentar entender o jogo e olhar o cenário todo holisticamente.

Se eu não concordo, fico quieto e não exponho minha indignação, pois isto somente fortalece a esquerda. Aguardo o momento certo para me manifestar.

Conheço Bolsonaro há mais de 25 anos, já me recebeu no Congresso algumas vezes para levar pleitos da PM à frente e te digo que ele é realmente um ser humano do bem, porém não é infalível, vez que é humano como todos nós.

Os verdadeiros inimigos da República aqueles que estão usurpando suas atribuições e seus limites constitucionais e aqueles que possuem ferramentas para interromper a escalada de desmandos e não o fazem por pura covardia ou medo de tomarem posições que possam expor suas próprias mazelas.

Aguarde as cenas dos próximos capítulos e verão que há toda uma estratégia por trás de tudo isto para conduzir o Brasil aos eixos sem a necessidade de um regime de exceção, como muita gente quer e trabalha para isso.

Quem viveu isso, como meus avós e meus pais, ou estudou o que aconteceu no passado, sabe que não será nada bom!

Nunca tivemos um Presidente tão verdadeiro e tão comprometido com os ideais patriotas e com os valores cristãos e de família. Mesmo com o caos que há na Capital da República, é firme em seus propósitos e não se deixa corromper e ceder às tão nefastas negociatas havidas nas últimas décadas.

O MECANISMO que corrompeu o país durante décadas está, finalmente, sendo desmontado.

Décadas de desatinos e corrupção não acabam em apenas 30 meses de um Governo que, mesmo eleito por esmagadora maioria do povo brasileiro, tem ainda nos outros Poderes e na grande mídia os seus maiores algozes.

Entendo que nós, cidadãos honestos e trabalhadores, temos que, no mínimo, continuar apoiando nosso Presidente Jair Messias Bolsonaro no maior desafio que o Brasil já enfrentou desde seu descobrimento, que é a luta do Bem contra o Mal.

Vamos continuar orando e apoiando nosso Presidente, assim como fizemos no 7 de Setembro, para que ele tenha a força para combater o mal que hoje se encontra rondando nosso país!

Brasil acima de tudo! Deus acima de todos!

Carlos Eduardo Falconi
Coronel de Polícia Militar Veterano
Velha Águia 17

Fonte
Carlos Eduardo Falconi - Rede Social
Mostrar mais

Mônica dC

Todas as publicações aqui postadas são copiadas. Nenhum material é de autoria própria. As matérias são captadas em sites de total credibilidade, contra Fake News. Todo o perfil desse site é particular e independente, um hobby apenas, com o conteúdo selecionado por uma única pessoa, que é Politicamente Incorreta, Robô com CPF e Capitalista. Na categoria "Manifesto" - são opiniões alheias, publicadas por DIREITO e, muitas vezes, uma obrigação, como cidadão, como patriota.Mônica dC by Virtual2Go. WEB DESIGNER & ASSESSORA DE MARKETING DIGITAL. SEO Especialista.
Botão Voltar ao topo
EnglishFrenchGermanItalianPortuguese